ALEGRETE - RIO GRANDE DO SUL
Terça-feira, 18 de Setembro de 2018 - 14:18
7511628

Notícias

25/06/2018 - 20:02:00

Petróleo toma rumos opostos, na esteira de decisão sobre aumento de produção

Os contratos futuros de petróleo operam em direções opostas nesta manhã, na esteira da recente decisão de grandes produtores de começar a elevar sua oferta, depois de restringi-la por cerca de um ano e meio.

Às 8h55 (de Brasília), o petróleo tipo Brent para agosto caía 1,47% na IntercontinentalExchange (ICE), a US$ 74,44 por barril, enquanto o WTI para o mesmo mês subia 0,47% na New York Mercantile Exchange (Nymex), a US$ 68,90 por barril. Na sexta-feira, o Brent e o WTI saltaram 3,4% e 4,6%, respectivamente.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), que é informalmente liderada pela Arábia Saudita, e outras dez nações que não integram o cartel, incluindo a Rússia, decidiram nos últimos dias elevar sua produção combinada em até 1 milhão de barris a partir do próximo mês, embora o nível efetivo do aumento continue incerto e pode variar de 600 mil a 800 mil barris diários, segundo analistas.

Ao longo do último mês, Arábia Saudita e Rússia vinham defendendo um acréscimo na produção, numa tentativa de esfriar a escalada constante dos preços do petróleo, em meio a sinais de diminuição dos estoques globais e riscos geopolíticos à oferta. Em maio, o Brent chegou a ultrapassar o nível de US$ 80,00 por barril pela primeira vez em mais de três anos.

Para Ole Hansen, chefe de estratégia para commodities do Saxo Bank, o acordo da Opep e aliados ajudou a estabelecer um teto para o Brent, sem fazê-lo cair drasticamente. “Eles estabilizaram o mercado, do ponto de vista dos preços”, comentou ele.

Desde o começo do ano passado, Opep e parceiros vinham procurando reduzir sua produção conjunta em cerca de 1,8 milhão de barris por dia, numa tentativa de conter um excesso de oferta que vinha pesando nas cotações desde 2014. O petróleo acumula valorização de 40% desde que o pacto entrou em vigor.

A maior parte da produção adicional virá da Arábia Saudita e da Rússia. Como o fluxo deverá ir principalmente para consumidores de Brent, o futuro deste tipo de petróleo está pressionado hoje, ressaltou Gnanasekar Thiagarajan, diretor da Commtrendz Risk Management. Fonte: Dow Jones Newswires.



Fonte: Pesquisa POP TV



PUBLICIDADE
GALERIA DE FOTOS
POP TV MANDOU A IMAGEM PARA O MUNDO INTEIRO... (30 fotos)
LEGALIDADE 50 ANOS REUNIÃO ESPECIAL DA CÂMARA (16 fotos)
ECOVUELTA "UMA VIAGEM NOS CAMINHOS DA AMÉRICA... (7 fotos)
CÂMARA E ULFRO COM APOIO DA GUARNIÇÃO DE ALEGRETE,... (30 fotos)
ENSAIOS DA UNIDOS DOS CANUDOS COM A NOITE DE QUINH... (49 fotos)
10° RECULUTA (30 fotos)
CARNAVAL DE RUA "FORA DE ÉPOCA" DE LIVRA... (60 fotos)
As nossas raízes, o campo e suas atividades... (30 fotos)
GALERIA DE VÍDEOS
Reportagem sobre a Ecovolta
Entrevista Vereadora Mirian Suhre
Agua Limpa
Sindicato dos Trabalhadores do Comércio de Alegrete
Bombas Diesel Gaúcha
Entrevista Ver. Eurides Caferati
1º Fórum Municipal de Educação Infantil
Institucional TCC SANEACON
TWITTER
FACEBOOK
Home | POP TV | POP TV 2 | Quem Somos | Artigos | Entrevistas | Galeria de Fotos | Vídeos | Notícias | Mural de Recados | Fale Conosco

POP TV " A NOSSA TV NA WEB" - Alegrete R/S TELEFONES : 55 34261402 OU CEL. 55 96475660

© Web Conexão Informática Ltda - Todos os direitos reservados