ALEGRETE - RIO GRANDE DO SUL
Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2018 - 22:11
7664616

Notícias

02/04/2018 - 20:38:00

Saiba o que acontece se a MP da reforma trabalhista perder a validade


Em entrevista para a rádio CBN, Rodrigo Maia disse que a caducidade da MP não inviabiliza a reforma trabalhista. O problema é que a perda da validade da MP traz questionamentos sobre pontos fundamentais da reforma trabalhista. O principal deles é saber se a reforma, em vigor desde novembro, vale para todos os contratos ou apenas para os celebrados a partir de sua vigência. “Se a MP cair, volta a discussão se a reforma trabalhista se aplicara somente a contratos firmados após novembro do ano passado, quando entrou em vigor, ou se vai retroagir”, explicou o advogado Rodrigo Salerno, especialista em Direito do Trabalho do Salerno, Amorim e Zani Advogados.

Na avaliação de especialistas em direito trabalhista, a perda da validade traz insegurança jurídica sobre todos os acordos firmados com base na MP. Mas Rodrigo Maia disse que a judicialização já está ocorrendo. “A brecha para a judicialização já está ocorrendo porque parte do Judiciário da área do trabalho fazendo o questionamento político da decisão majoritária do Congresso Nacional, o trabalho da Justiça do Trabalho é aplicar a lei e qualquer questionamento jurídico de constitucionalidade caberia ao Supremo e não à Justiça do Trabalho. Vamos continuar defendendo o que aprovamos, com a certeza de que a matéria é legal”, afirmou o deputado para a CBN.

A medida provisória foi editada em cumprimento a um acordo feito entre o presidente da República, Michel Temer, e o Congresso para acelerar a votação da reforma trabalhista. Uma saída seria Temer editar outra MP depois que caísse a atual e, assim, ganhar mais 120 dias para a aprovação do texto. No entanto, em ano de eleição, especialistas acham pouco provável a utilização dessa estratégia.

Sem a medida provisória, vários pontos da reforma trabalhista ficarão sem regulamentação, o que provocará o aumento de processos na Justiça. “A MP tem a função de esclarecer, ajustar e melhorar alguns pontos que não ficaram muito claros com a reforma. Sem ela, a reforma continua valendo, mas esses pontos ficam sem definição e dependerá da interpretação do Judiciário”, explicou o advogado Luiz Fernando Riskalla, do escritório Leite, Tosto e Barros Advogados.

Entre os pontos que dependem de regulamentação está a jornada 12 x 36. A lei diz que a negociação da jornada pode ser definida diretamente entre trabalhador e empregador. Já a MP só autoriza a negociação direta apenas por profissionais de saúde. As demais categorias devem ter a anuência do sindicato.

A definição do valor do dano moral é outro ponto que deveria ser definido pela medida provisória, que prevê a equidade na fixação dos valores, com o teto do benefício da Previdência Social sendo o parâmetro para a definição. Sem a MP, o valor do salário é usado como base para a indenização.

A MP diz ainda que é proibida cláusula de exclusividade em contratos de autônomos. E proíbe também o trabalho em ambientes insalubres para gestantes ou lactantes.

O advogado Daniel Chiode cita ainda o pagamento da remuneração. Pela reforma, há flexibilidade para o empregador pagar a remuneração com valores variáveis, como prêmio ou bônus, sem encargos trabalhistas. A MP, porém, diz que é possível para dois prêmios por ano sem encargos e o bônus sempre terá natureza salarial.

“Se a MP deixar de ter validade, vários pontos da reforma trabalhista contemplados na medida provisória voltam ao texto original da reforma e caberá à Justiça decidir cada situação ou ao Tribunal Superior do Trabalho editar uma súmula pacificando o entendimento”, finalizou Chiode.



Fonte: Veja.com



PUBLICIDADE
GALERIA DE FOTOS
Avenida Darci Oviedo da Cruz em fotos (30 fotos)
ENART 2011 "AO VIVO" NESTE FINAL DE SEMA... (30 fotos)
1ª Noite do Carnaval de Rua de Alegrete 2012 (003) (60 fotos)
NA REUNIÃO DA CÂMARA NESTE DIA 8 DE AGOSTO, VEREAD... (28 fotos)
MISS ALEGRETE -6 (30 fotos)
ÊNIO LUIZ MORAES RECEBE O TÍTULO DE CIDADÃO ALEGRE... (30 fotos)
1° noite do 3° CANTO FARROUPILHA (24 fotos)
O BAILE DA CONFRARIA "ALEGRETENSES DESGARRADO... (30 fotos)
GALERIA DE VÍDEOS
Dep.Villaverde, Prefeito Erasmo e Governador Tarso Genro
PAMPATEC EM ALEGRETE PASSEIO VIRTUAL
Entrevista Ver. Eduardo Aguiar
Radames Revenda de Automóveis
Desfile do 20 de Setembro - Alegrete 2015
DJRODRIGO FESTA RETRO DO BLOCO BBUNS ALEGRETE-RS
Entrevista Ver. Leonardo Gonçalves
Oficina Rondon
TWITTER
FACEBOOK
Home | POP TV | POP TV 2 | Quem Somos | Artigos | Entrevistas | Galeria de Fotos | Vídeos | Notícias | Mural de Recados | Fale Conosco

POP TV " A NOSSA TV NA WEB" - Alegrete R/S TELEFONES : 55 34261402 OU CEL. 55 96475660

© Web Conexão Informática Ltda - Todos os direitos reservados